A importância do KPI para as suas estratégias digitais

A importância do KPI para as suas estratégias digitais

 

RESUMO DA NOTÍCIA – A importância do KPI para as suas estratégias digitais:

  • O que é KPI?
  • Definindo os melhores KPIs para o seu negócio
  • Estratégias de anúncios pagos: Como lucrar mais com os KPIs
  • KPIs, indicadores de interações e Marketing Digital
  • Insights e Inbound Marketing
  • Insights vs dados
  • KPIs e a qualidade da marca
  • Indicadores de desempenho de processo
  • Importância dos indicadores (KPI’s) para obtenção de insights

 

O que é KPI?

O que significa KPI? KPI é a sigla para o termo da língua inglesa Key Performance Indicator,

mais conhecido como Indicador-chave de Performance, em português.

O KPI, trata-se de uma maneira prática, mas muito eficiente de mensurar um conjunto de ações ou apenas uma, isoladamente.

Há uma infinidade de indicadores de desempenho KPIs que podem ser usados e,

além disso, eles variam de acordo com o tipo de negócio.

Também é necessário considerar que atualmente o fluxo de informação é cada vez maior e constante.

Com isso, o ponto chave para fazer um bom trabalho e conseguir obter dados

que levem a insights é saber quais os melhores indicadores que devem ser analisados.

Agora que vimos o que são KPIs, vamos falar da importância deles.

Os KPIs são muito importantes uma vez que, são por meio deles que será possível analisar

o desempenho de uma determinada ação de marketing.

Com isso, fica muito mais fácil de saber se os objetivos estão alinhados e sendo alcançados,

ou se existe algo que precisa ser repensado.

Os indicadores de KPI ainda têm um papel fundamental para que o time de marketing

consiga obter insights interessantes por meio da análise de relatórios.

Por outro lado, para conseguir novas ideias e mais segurança nas estratégias,

é preciso saber quais são os KPIs mais importantes, como avaliá-los e como aplicá-los em ações futuras.

Nesse post abordamos alguns dos mais importantes aspectos sobre os KPIs

que poderão ajudar você que trabalha com marketing digital e também a você, gestor de empresa,

que quer entender mais sobre o assunto.

 

Definindo os melhores KPIs para seu negócio

Antes de começar a definir os melhores KPIs é muito importante que já se tenha de forma clara o objetivo.

Por exemplo, se a finalidade é atrair mais visitantes para o site ou blog,

analisar KPIs referente ao valor médio de gastos dos usuários em compras no site não faria sentido,

ao menos para este fim.

Para facilitar a identificação dos KPIs mais relevantes, selecionamos algumas características que precisam ser consideradas no momento da escolha.

Acompanhe.

Ser mensurável

Apesar de ser algo mais do que óbvio, é sempre bom ressaltar essa característica.

Um bom exemplo de KPI eficiente é ele estar sempre disponível para mensuração e análise.

Não faria sentido, por exemplo, escolher um indicador que fornece dados parciais ou que não tem um papel fundamental no conjunto das ações.

Adequar aos objetivos

Para ser um bom indicador de performance ele precisa ter utilidade para a empresa e

para a proposta do projeto e, claro, deve refletir os objetivos que se esperam obter.

Sendo assim, é fundamental que o indicador de KPI escolhido esteja de acordo com o panorama geral e o fim idealizado para o negócio.

Ser inteligente

Quando uma decisão é tomada com base em dados de qualidade ela é muito mais sólida e correta.

Por isso, partindo do ponto de que os indicadores de KPI ajudam na tomada de decisões,

é preciso que os escolhidos forneçam dados que contribuam nesse sentido.

Veja bem, não basta apenas ter bons dados,

é preciso ter dados de qualidade que possam ser usados para definir o melhor caminho.

Ter periodicidade

O indicador de KPI precisa ser passível de mensuração constante

e é esse acompanhamento que possibilita compreender o que funciona e o que não funciona.

Por isso, para escolher os melhores indicadores de desempenho KPI é preciso observar

se eles podem ser medidos com a periodicidade que o negócio precisa e se eles ajudam na tomada de decisões.

Ser relevante

Quando se fala sobre indicadores um dos erros mais recorrentes

é confundir o indicador de vaidade com o indicador relevante.

Para definir um bom indicador e conseguir uma excelente análise de KPI,

é preciso deixar de lado aqueles que apenas parecem importantes, mas que no final não significam nada.

Por exemplo, se o objetivo é saber a média de vendas realizadas por meio do site,

indicadores sobre a quantidade de curtidas em uma rede social, os comentários

e compartilhamentos não são úteis para obtenção de dados concretos.

É preciso focar nos aspectos que mais importam!

Tipos de KPI

De fato, há tantos indicadores de KPIs quanto se fazem necessários.

A seguir, estão alguns dos mais comuns. Mas, atenção: os citados são os mais usados nos negócios digitais.

Taxa de conversão

Esse indicador é muito útil para analisar a quantidade de visitantes que determinada estratégia

ou ação conseguiu direcionar para a tomada de uma ação.

Porém, há vários tipos de conversão, por isso é preciso estar atento a esse ponto.

Tráfego orgânico

A análise desse indicador de KPI envolve observar os dados que são originários dos motores de busca,

como o Bing e o Google, e que não são pagos.

Tráfego pago

Esse KPI de marketing digital indica o tráfego que foi originado por meio de anúncios pagos em plataformas específicas, como o Google Ads.

Tráfego direto

Esse é o indicador referente aos acessos diretos, isto é, quando o usuário acessa diretamente

o site pelo endereço eletrônico digitando na barra de endereços, por exemplo.

Page views

O significado de KPI de Page views é permitir saber a quantidade de visualizações

que uma determinada página obteve ou, ainda, qual foi o tempo médio de permanência do usuário nela.

Em determinados casos, isso pode até servir de complemento para um KPI de conversão.

Custo por lead

Esse indicador é importante para que possamos fazer comparações de estratégias e adequação de ações.

Com isso, poderemos analisar de forma muito mais eficiente o fator custo-benefício.

O acompanhamento desse indicador precisa ser feito de forma cuidadosa.

E mais, além de ter atenção à qualidade dos leads o ideal mesmo

é trabalhar para que o custo de aquisição por cada um seja baixo.

O objetivo, com isso, é gerar margens de crescimento interessantes.

Para realizar o cálculo do custo por lead vamos precisar considerar o investimento total

que fizemos em alguma campanha e depois, dividimos esse valor pela quantidade de leads

que foram obtidos por meio daquela ação.

A fórmula é simples:

Custo por lead = investimento total da campanha / quantidade de leads obtidos

Receita de vendas

Essa métrica é aplicada quando temos a necessidade de medir qual receita foi gerada a partir de um conjunto

e de uma única ação de marketing digital.

Desta maneira, será possível identificar se a campanha colocada em prática está ou não tendo resultados.

Calcular a receita de vendas é fundamental nas questões envolvendo o marketing digital.

O motivo é simples: é ela que permite saber o nível do sucesso financeiro que foi gerado devido a uma ação específica.

O cálculo da receita de vendas é feito da seguinte forma:

Receita de vendas do marketing digital = receita total – receita de marketing offline.

Ticket médio

Temos aqui um indicador que apresenta a média dos gastos realizados pelos clientes (em produtos ou serviços).

Ao ter acesso a esses dados fica mais fácil tomar decisões que incentivem o aumento deles por parte dos clientes.

O resultado serão lucros maiores.

O ticket médio ainda permite que entendamos a linha de fidelização dos clientes com relação a cada tipo de perfil.

Com isso, poderemos prever um ticket médio regular e recorrente.

O cálculo é feito assim: Ticket médio = faturamento / número de vendas

Sendo assim, a análise de KPI e a correta mensuração são fundamentais para todos os tipos de negócios.

Por meio deles é possível determinar acertos, erros e onde investimentos devem ser feitos.

Ou seja, são excelentes recursos para o crescimento dos negócios.

 

Tipos de KPIs
É muito importante entender os KPIs mais comuns

 

KPIs e lucro: estratégias de anúncios pagos

Uma boa maneira de ilustrarmos como os KPIs podem ajudar o negócio a lucrar mais

é falar a respeito dos anúncios pagos.

Essa é uma das mais excelentes estratégias, já que eles são disparados exatamente para aqueles usuários

que já sabem o que querem, já compararam e já se informaram (pelo conteúdo criado pela empresa, por exemplo).

Agora, a grande sacada é pegar esses clientes em seu momento de decisão

e fazer com que eles se tornem ativos na empresa.

Além disso, ainda temos o direcionamento dos anúncios para um determinado público,

o que nos leva a maiores chances de conversão.

E isso só é possível por meio das análises dos relatórios obtidos por meio dos KPIs.

Nesse mesmo sentido podemos destacar ainda outras áreas,

que podem ser trabalhadas com o Marketing de Conteúdo,

como Inbound Marketing, Landing Pages, BlogPosts, SocialPosts, entre vários outros.

 

KPIs, indicadores de interações e Marketing Digital

Tomemos o exemplo de um site: o KPI poderá indicar a quantidade de visitantes

que chegaram ao site de sua empresa e quantos deles interagiram de fato.

Em situações mais específicas, eles podem deixar seus dados de contato,

desta forma, alimentam o banco de dados da empresa.

Uma observação importante: é preciso cuidado para não confundir KPI com métrica.

Agora, imagine que analisando um KPI foi possível identificar aquilo que, de fato,

está atraindo as pessoas ao site.

Logo, o time de marketing e a empresa saberão no que, como e quando investir e,

em quais tipos de ações precisam se concentrar mais. Ou seja, mais insights para ações futuras.

Nesse sentido, podemos dizer que KPI e marketing digital são dependentes um do outro.

Quando se define e coloca em prática indicadores chave otimizados, as próximas ações e

estratégias de marketing digital serão muito mais sólidas e eficientes.

 

Insights e Inbound Marketing

Quando falamos sobre atrair clientes em potencial por meio de um conteúdo relevante

e bem fundamentado acabamos envolvidos e interessados pelo Inbound Marketing.

Um dos aspectos mais importantes dessa modalidade de marketing é a seletividade.

Ou seja, todos os dias temos mais e mais informações e, pelo alto fluxo delas,

tomar uma decisão bem direcionada se torna um tanto complicado.

Isso acontece pelo fato de algumas estratégias considerarem os dados como a fonte de valor

e não os insights (veremos isso no próximo tópico).

Os relatórios, quando bem analisados, oferecem uma ampla gama de possibilidades,

logo temos diversos benefícios que podem ser percebidos por negócios pequenos ou grandes, B2B ou B2C.

Colocar os relatórios nas mãos de pessoas capacitadas para uma análise profunda,

resulta em ações com melhor ciclo de vendas, além da possibilidade de medir resultados em tempo real,

aumento do ticket médio e, claro, a diminuição de custos para a empresa.

 

Insights vs dados

No tópico anterior sugerimos que, a real fonte de valor para

qualquer estratégia tenha sua base nos insights e não nos dados propriamente ditos.

Mas, qual seria o motivo para isso? A primeira coisa a ser considerada é de que os insights dificilmente

serão plagiados por empresas concorrentes ou outras marcas.

A segunda, é que ele não se mistura com o ‘grosso’, ou seja,

ele é extraído dessa sobrecarga de informações (que muitas vezes não são usadas).

Com isso, fica simples de entender o motivo pelo qual os insights não são métodos que surgem

espontaneamente do campo de dados, números e indicadores e, sim de um conjunto de fatores análises.

É aqui que temos o ponto de atenção: o surgimento, o raio primário dos insights, aparece na mente das pessoas.

 Mas não de todas. Somente em quem não se deixa iludir pelo fluxo aleatório de informações

é que consegue analisar relatórios e ter essas ‘revelações’ no momento certo.

E, claro, colocá-los em prática é indispensável.

Vale ressaltar que isso não quer dizer que os insights não têm nenhuma relação com dados.

Na realidade, eles são alimentados por dados.

O grande diferencial é que, eles surgem de mentes altamente treinadas da equipe de marketing

capacitadas para avaliarem e considerarem os mais diversos aspectos

obtidos por meio de relatórios de indicadores de KPIs.

Entretanto, nada disso pode ser feito de qualquer forma.

Contar com a parceria de quem entende desse mercado e, que se mantém atualizado nos fundamentos

da transformação digital é um fator chave para o futuro dos negócios.

Afinal, estamos tratando de criatividade, capacidade e ideais que geram resultados.

 

KPIs e a qualidade da marca

Quando falamos sobre percepção do cliente em relação à qualidade da marca,

é o mesmo que dizer a ‘visão’ que ele tem do produto, serviço, capacidade de inovação

e tudo o mais que ele julgue que possa satisfazer suas necessidades.

Mas, o que isso tem a ver com indicadores de KPIs, lucros e mudanças positivas para a empresa?

Simples, a resposta é, tudo!

Empresas que lucram de forma sustentável geralmente têm algo em comum:

elas analisam, planejam e dialogam internamente.

Usar os KPIs para tornar a marca mais forte no mundo virtual é uma ação excelente de crescimento no mercado.

O público certo será atingido, os resultados poderão ser medidos,

os investimentos serão feitos em ações planejadas e com isso a marca tem chances de ser

cada vez mais conhecida e lembrada pelas pessoas.

 

KPIs: Indicadores de desempenho de processo

Os indicadores de desempenho de processos são indicadores

que se concentram no processo em que a ação é executada.

Assim, eles medem o desempenho da estratégia e analisam se eles estão atingindo o objetivo pretendido.

Trata-se de indicadores quantificáveis.

Sendo assim, é possível obter informações sobre toda uma estratégia ou apenas parte dela.

Como traduzir e aplicar os indicadores na prática?

Via de regra, o primeiro passo é identificar quais são os indicadores mais importantes para a empresa.

Existem vários e eles podem até mesmo ser divididos em categorias mais específicas.

Mas, entre esses os mais importantes são os seguintes:

Indicadores de produtividade

Esses indicadores dizem respeito sobre como estão sendo aplicados os recursos.

Por exemplo, eles podem ser usados para avaliar o desempenho por período do colaborador,

de uma estratégia, de uma ação, de um processo e até mesmo de uma máquina em certo prazo de tempo.

Indicadores estratégicos

São usados para avaliar a situação no momento atual em comparação com os objetivos que haviam sido estabelecidos.

No marketing digital, são muito usados para análises de ações e estratégias,

assim como dos resultados obtidos.

São essenciais, uma vez que por meio deles podemos até mesmo reduzir custos e evitar gastar recursos,

onde não há resultados significativos.

KPIs democráticos

Esse é um ponto um pouco tímido de ser visto, mas essencial para fazer

com que a empresa ganhe mais em seu segmento.

Para KPIs democráticos, a mesma estratégia utilizada por grandes corporações

pode ser adaptada e aplicada para o pequeno empreendedor.

As inovações, as diferentes formas de direcionar os negócios,

a capacidade de superar desafios que vemos em grandes companhias, também são usadas em pequenas.

Afinal, boa parte do sucesso delas tem origem em uma boa estratégia fundamentada na análise de KPIs.

Sendo assim, não há motivos para não nos inspirarmos.

Basta ter em mente o seguinte: você não apenas tem acesso,

mas também pode usar as ferramentas disponíveis no mercado aliadas com os KPIs para criar estratégias

mais competitivas e criativas de marketing. 

E, convenhamos, quando aparece algo que tem a premissa de oferecer para sua empresa a opção de ser mais competitiva, não dá para não aproveitar.

Importância dos indicadores (KPIs) para obtenção de insights

Se quisermos monitorar e avaliar nossas estratégias de marketing precisaremos dos indicadores de KPIs.

De outro jeito, não conseguiremos seguir o processo e obter dados corretos com informações importantes para ideias futuras.

Na realidade, os indicadores de desempenho KPI vão nos trazer muito mais do que dados sobre nossas atividades.

Pois, permitem que o time de marketing possa trabalhar com mais eficiência,

possibilitam que o gestor da empresa tenha as informações corretas para tomar decisões e,

claro, indicam se há ou não resultados positivos.

Enfim, o indicador KPI nos mostra as informações essenciais para que possamos avaliar processos

e otimizá-los de forma contínua e, assim os objetivos estabelecidos possam ser atingidos.

Ou seja, não possibilitam apenas a análise do andamento das nossas ações,

mas também uma interpretação correta, criativa e prática desses dados.

É assim que investiremos melhor e traçaremos novos objetivos para a obtenção de resultados mais sólidos

dentro do marketing digital e consequentemente para os negócios.

 

Os insights originados de KPIs
Os KPIs são fundamentais na obtenção de insights

 

E aí, entendeu o que é KPI e sua importância?

Fique à vontade para comentar esse post a respeito de indicadores de KPIs,

e se precisar de algum tipo de auxilio conte com os especialistas da Agência Nova.

Nossa agência possui expertise de 15 anos no mercado digital

e ajudamos as empresas a se posicionarem e obterem presença digital com a máxima performance.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.