Tudo sobre o Google Analytics 4 (passo a passo)

Tudo sobre o Google Analytics 4 (passo a passo)

Google Analytics 4: Primeiro, você precisa entender claramente o que é o GA4 e por que quem tem um site ou aplicativo e precisa analisar dados de navegação, é necessário migrar para essa nova versão.

 

O GA4 é a versão mais recente do Google Analytics, projetada para analisar dados de vários dispositivos e plataformas, ao contrário do Universal Analytics, que rastreia apenas os dados do site.

 

A maior diferença, no entanto, é que ele depende do Machine Learning para fornecer análises e insights mais inteligentes, mesmo sem cookies e com restrições de privacidade do usuário cada vez mais rigorosas.

 

Agora, a propriedade do Google Analytics 4 serve para todos os usuários da plataforma: tanto para quem tem site, quanto para quem possui apps, ou ainda para quem tem os dois.

 

Isso porque ela é capaz de metrificar a jornada do cliente por vários dispositivos de forma integrada, pois seus novos recursos de Relatórios e Exploração oferecem formas mais inteligentes e flexíveis de examinar os dados.

 

Se você já é um usuário do Universal Analytics, antes de instalar o GA4, avalie as estruturas do UA já implementadas no seu site.

 

É recomendado contar com experts para essa avaliação, pois, a partir dela, você deve criar uma estrutura de mensuração e coleta padrão de dados digitais do site para viabilizar um acompanhamento unificado e assertivo do período em que UA e GA4 serão usados simultaneamente.

 

Nessa fase, contar com profissionais de Analytics é fundamental para ter acompanhamento, alterações e consultoria em relação às estruturas do GA já implementadas e à adaptação à nova estrutura que você vai implementar na nova propriedade.

 

Conheça os passos para a instalação do GA4

 

Google Analytics 4

 

1. Compreender a estrutura de uma propriedade do Google Analytics 4

 

A primeira etapa na implementação do GA4 em um site ou aplicativo é entender a estrutura de propriedade da nova versão.

 

Anteriormente, na versão beta, essas propriedades eram conhecidas como App+Web.

 

No caso do UA, a propriedade tratava somente de dados de sites, sendo necessário instalar o Google Firebase para quem queria tratar dados de aplicativos.

 

As propriedades do Google Analytics 4 já estão disponíveis para todos os usuários da plataforma: tanto os proprietários do site, quanto os proprietários do aplicativo ou ambos.

 

Isso se deve à sua capacidade de medir as jornadas do cliente em vários dispositivos de maneira integrada, pois seus novos recursos de relatório e exploração fornecem uma maneira mais inteligente e flexível de examinar dados.

 

Se você já é usuário do Universal Analytics, avalie a estrutura do UA que implementou em seu site antes de instalar o Google Analytics 4.

 

É aconselhável contar com um especialista para essa avaliação, pois você deve criar uma estrutura padrão para medir e coletar dados digitais do local para monitoramento uniforme e confiável dos períodos em que UA e GA4 estão sendo usados.

 

Nesta fase, os profissionais de análise de dependências são essenciais para o acompanhamento, mudanças e consultas relacionadas à estrutura da AG implementada, bem como a adaptação à nova estrutura.

 

2. Configurando o Google Analytics 4

 

Você deve configurar a nova propriedade no Google Analytics 4 e continuar a usar a propriedade antiga no Universal Analytics para usar os dados da versão antiga e aproveitar todos os recursos da nova versão.

 

3. Por que usar GA4 e UA ao mesmo tempo?

 

O GA4 está totalmente operacional, mas ainda há muitos recursos e inovações que ainda precisam ser adicionados, incluindo melhorias em recursos específicos do UA.

 

Assim, ao usar as duas versões, durante esse período de transição, você pode aproveitar os melhores recursos de ambas as versões, adaptando-se à versão mais recente.

 

Criar novas propriedades no Google Analytics 4 é fácil, especialmente se você já estiver usando o UA.

 

Basta adicionar a nova propriedade a uma conta existente do Google Analytics e adicionar o fluxo do GA4 a ela.

 

Sua conta deve ficar assim:

 

  • conta do Google Analytics;
  • a propriedade da UA;
  • propriedade de GA4;
  • Novo fluxo de dados da rede para o site

 

Se você possui um aplicativo, deve adicionar o fluxo de dados a uma nova propriedade para cada iOS disponível para o aplicativo: Android e/ou iOS.

 

4. Verifique a configuração do Google Analytics 4 e Universal Analytics

 

Depois de configurar a propriedade do Google Analytics 4 em sua conta, verifique se as duas versões estão funcionando juntas fazendo login e abrindo a nova propriedade para verificar se os dados foram coletados para geração de relatórios nesse novo ambiente.

 

A partir daí, é hora de usar os novos recursos do Google Analytics 4 e se adaptar à nova interface para aproveitar os recursos existentes e futuros.

 

É muito importante que quem já possui propriedades no UA não troque de plataforma da noite para o dia, mas configure as propriedades do Google Analytics 4 junto com as propriedades existentes, fazendo uma migração completa somente quando necessário. Nesse momento, a UA será totalmente aposentada em julho de 2023.

 

Até lá, você coletará dados na nova versão para criar um histórico sólido para poder fazer comparações ano a ano (YoY) no GA4, pois não é possível migrar dados do UA para a versão mais recente.

 

Quer saber como migrar para o Google Analytics 4 sem perder dados do UA?

 

O ideal é contar com os serviços de implementação de profissionais especializados em Analytics para que seu site possa executar processos de forma correta e segura, sem perda de dados ou desalinhamento.

 

Uma migração completa para o GA4, por meio de auditorias e/ou consultas no Analytics, requer as seguintes etapas:

 

  • Revisar a coleta de dados e a configuração da ferramenta;
  • Configurar corretamente as ferramentas de análise;
  • Definir o grau de acesso à fonte de dados (acesso para visualizar, comentar, editar);
  • definir os melhores dados para cada situação;
  • Implementação de e-commerce (se houver);
  • Crie eventos personalizados de acordo com os padrões atuais do site.

 

GA4-Google Analytics 4

 

Conheça os fluxos de dados do Google Analytics 4

 

Diferentemente do Universal Analytics que tratava apenas os dados da internet, o GA4 é feito para a coleta dos dados tanto para quem apenas tem web site, quanto para quem tem somente app ou para quem tem ambos.

 

Por isso, a nova propriedade que você criará no GA4, é possível trabalhar com vários fluxos variados de dados.

 

Os de dados do GA4 são os recursos que permitem conectar a ferramenta às diversas plataformas nas quais os usuários navegam e interagem com a sua empresa.

 

Se o seu negócio tem um web site e um app, por exemplo, será necessário criar um fluxo de dados para cada um.

 

Contudo, você poderá manter os dois fluxos na mesma propriedade do GA4 e, assim, analisá-los de forma integrada.

 

Os fluxos de dados do Google Analytics 4 funcionam da seguinte forma:

 

  • quem tem um web site precisa apenas de um fluxo de dados;
  • quem tem apenas um app disponível para Android e iOS precisa de dois fluxos de dados: um para Android e outro para iOS;
  • quem tem um website e um aplicativo disponível para Android e iOS precisa de três fluxos de dados: um para o site, um para o Android e outro para iOS.

 

A partir dos fluxos é possível configurar o Google Analytics 4 de forma lógica.

Mudar para o Google Analytics 4

 

Fala-se muito em migrar para o Google Analytics 4 agora que sabemos que a versão atual da plataforma deixará de existir no próximo ano.

Na realidade, porém, a implementação do GA4 deve ser feita o mais rápido possível enquanto o Universal Analytics ainda estiver ativo.

 

O uso simultâneo das versões antigos e novas deve ser feito, pois uma mudança repentina de plataformas não é recomendada nem mesmo pelo Google, que roga aos usuários que usem o UNIDADE ASTRONÔMICA até o momento em que ele será retirado em julho de 2023.

 

Consequentemente, o que você aprenderá neste artigo é o processo passo a passo para concluir o processo de implementação do Google Analytics ao usar o Universal Analytics e como e por que trabalhar com as duas versões até julho do próximo ano.

 

Conheça melhor a nova plataforma e conheça os prazos para evitar perda de dados.


Para migrar para o GA4,
fale agora com um especialista da melhor Agência de Analytics do Brasil.

O que acontece se o seu site não migrar para o Google Analytics 4?

 

Você possui um site, blog ou e-commerce e analisa os dados de interação do visitante? Se a resposta for sim, bem-vindo à nova geração do Google Analytics. Prepare-se para análises mais inteligentes e perspicazes.

 

Como você pode ver até agora, se sua empresa possui um site ou aplicativo e pretende continuar usando o serviço Google Analytics, você não tem escolha. Você tem até julho de 2023 para migrar para o GA4, que é o prazo de migração quando o Universal Analytics será totalmente desativado.

 

Além disso, todos os dados devem ser exportados desta versão antiga até janeiro de 2024, pois a partir desse momento você não poderá mais acessá-la e perderá todos os dados.

 

Então a questão não é migrar ou não migrar, mas quando migrar. É importante migrar o quanto antes.

 

Você precisa criar uma nova propriedade no GA4 e a coleta e a medição de dados começarão do zero. Além disso, os relatórios criados anteriormente não estarão mais disponíveis ou copiados.

 

Para migrar para o novo Google Analytics, é preciso contar com a ajuda de especialistas que tenham experiência suficiente para trabalhar nessa star interface e que sejam capazes de criar os novos relatórios completos, identificando todos os ganhos e oportunidades contidas nos seus dados.

 

Sem a orientação de um professional em Analytics, a adaptação ao GA4 pode ser bem complexa e levar muito tempo, o que pode resultar em um alto custo para a sua empresa.

 

Para não perder a utilidade dos seus dados e já coletar dados com os benefícios da nova plataforma.

 

Sobre a Agência Nova

 

Com mais de 16 anos de expertise em Marketing Digital, oferecemos aos nossos clientes uma gama de serviços personalizados para que alcancem mais performance no âmbito digital e comercial.

 

Serviços como: Criação de sites e Sistemas web, Gestão de RD Station Marketing e CRM, Gestão de campanhas ADS, Gestão de Redes Sociais, Criação de conteúdo, Criação de peças publicitárias, Criação de Vídeos e muito mais.

 

Se a sua empresa precisa de serviços de Marketing Digital para posicionamento da marca e geração de Leads para sua equipe comercial, fale com um especialista da Agência Nova.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.